terça-feira, 14 de maio de 2019

HAPPY ARCÁDIA


Hoje amanheci no frio campo
E vi o quanto me faz falta o teu encanto
De estar com você, nesse momento...
Aproveitando o linear do tempo

Às gélidas campinas, cândidas de frio
E as ovelhas a balir, vão ate o rio
Às belas flores de frio, gemem de orvalhos
Despertadas pelos pássaros, cantando nos galhos!

Ziguezagueando! Dançam as fadas borboletas!
Em festas anunciando sua triunfal chegada.
Minha musa! Doce e sensual amada!

Tu vens! Eu estou a te esperar.
E o campo se vestiu de mil facetas
Para você, com seu olhar se deliciar...

DIVINA COMÉDIA


Como é triste sua falta sepulcral
Esse tem sido em meu peito, maior mal
Vem! quero sentir o seu corpo ao meu
Sentir meus lábios nele, degustando o seu mel

Vivendo juntos uma divina comédia
Vamos juntos, superar unidos mais um dia
Vem ser para meu inferno um paraíso
Quero sentir o seu calor e no amor o seu riso

Quero receber de teus seios, o lácteo divino
E sentir um deus do alto e sublime olimpo
Onde não há limites entre o real e o imaginário

Nadar em seu corpo, como em um rio...
E descobrir os limites do sério e do riso
E deixar essa comédia seguir o seu curso.

HAPPY ARCÁDIA

Hoje amanheci no frio campo E vi o quanto me faz falta o teu encanto De estar com você, nesse momento... Aproveitando o linear do temp...